DÚVIDAS FREQUENTES
A votação será exclusivamente presencial, sendo a votação realizada nos dias nos dias 7 (sete) e 8 (oito) de agosto de 2018, das 8 (oito) às 20 (vinte) horas. As eleições acontecerão na “LBV PARLAMUNDI”, sito ao SGAS 915 lotes 75/76 conj. H - Asa Sul - Brasília/DF.
Votam: Médicos (brasileiros, naturalizados e portugueses) ativos inscritos no CRM-DF primária e/ou secundariamente que estejam em pleno gozo de seus direitos políticos e profissionais e quites financeiramente com o Conselho. O médico inscrito em mais de um CRM deverá votar em pelo menos um deles. Não votam: Médicos estrangeiros e médicos exclusivamente militares. Voto facultativo: Somente aos médicos com mais de 70 anos. 
O médico com débitos não poderá votar. Para garantir o direito ao voto, o médico deve regularizar sua situação financeira até o dia da eleição. 
Se o médico não votar e não justificar a ausência do voto até 60 dias após o encerramento da eleição, será aplicada multa eleitoral. Conforme o artigo 21 da Resolução CFM número 2166/2017, "Por  falta  injustificada  às  eleições  realizadas  pelos  Conselhos  Regionais  de Medicina,  o  médico  incorrerá  na  multa  de R$  79,00  (setenta  e  nove  reais),  por  cada pleito, conforme estabelecido no § 1º do artigo 26 da Lei nº 3.268/57." 
A multa não será aplicada aos médicos que possuem voto facultativo.
Serão eleitos 20 Conselheiros titulares e 20 Conselheiros suplentes para a Gestão 2018-2023 do CRM-DF. Será considerada vencedora a Chapa Eleitoral que tiver a maioria simples dos votos, retirando os brancos e nulos. Se houver Chapa Única, esta será declarada vencedora se receber ao menos um voto válido.
Das 08h00 do dia 04 de junho de 2018 até às 18h00 do dia 18 de junho de 2018 na Secretaria do CRM-DF.
O médico eleitor deve preencher o formulário e anexar documento comprobatório clicando aqui em até 60 dias após o prazo de encerramento da eleição, caso contrário, será aplicada multa eleitoral no valor de R$  79,00  (setenta  e  nove  reais).
 
O médico que possui mais de uma inscrição em CRMs deverá votar em pelo menos um deles, conforme estipula o Art 6º, §2º da Resolução. Neste caso, se o médico votar somente no outro CRM em que possua inscrição e não votar no Distrito Federal será necessário o preenchimento do formulário e anexar a ele o comprovante de voto entregue pelo outro CRM.